Os 10 principais erros cometidos com os bonsais

Significando “árvore num vaso”, a arte de tratar de bonsais requer cuidados específicos, sendo que erros cometidos na sua manutenção podem comprometer a saúde e crescimento do bonsai. Tome nota dos 10 erros mais comuns que se cometem no tratamento dos bonsais e evite-os!

  1. Luz deficiente. O bonsai pode ser utilizado como elemento decorativo da casa, no entanto, é importante não esquecer que a maioria dos bonsais é criada a partir de plantas que necessitam de muita luz. Muitas pessoas caiem no erro de colocar o bonsai em locais de pouca luz, o que irá comprometer a saúde e crescimento da planta. Coloque o seu bonsai perto de uma janela ou pelo menos garanta que esteja exposto, no mínimo, a 3 horas de luz natural por dia. 
  2. Carência de água. Uma vez que os bonsais se encontram em vasos de pequenas dimensões, a quantidade de água que fornece ao bonsai pode não ser suficiente, uma vez que os vasos não permitem grande armazenamento. Garanta que rega o bonsai várias vezes ao dia, sendo que na maioria das espécies é importante molhar também as folhas. Contudo, não se esqueça que só necessita de o voltar a regar se a terra estiver seca, caso contrário, estará a dar água em excesso ao bonsai.
  3. Regar através do prato. A rega do bonsai não deve ser feita através do prato que se encontra por baixo do vaso, mas sim através de um regador. Ao colocar água no prato, pode saturar a planta, levando ao apodrecimento das raízes. 
  4. Usar água da torneira. Os bonsais são plantas muito sensíveis. Regá-las com água da torneira pode comprometer a sua saúde, visto que são sensíveis ao cloro. Regue o bonsai com água engarrafada ou filtrada.
  5. Excesso de adubo. A quantidade de terra presente no vaso é pequena e o crescimento da planta é lento, logo o bonsai não necessita de grandes quantidades de adubo. A maioria das pessoas tende a exagerar na quantidade de adubo que aplicam no bonsai, o que pode conduzir à morte da planta. Garanta que o bonsai receba pequenas quantidades de adubo na altura do Outono e Primavera. 
  6. Só usar adubação mineral. Para além do adubo mineral, o bonsai necessita de adubação orgânica, que encontra em lojas da especialidade. Usar exclusivamente um tipo de adubo pode comprometer a saúde e o crescimento do bonsai.
  7. Nunca transplantar o bonsai. Apesar do seu crescimento ser lento, o bonsai não deve permanecer sempre no mesmo vaso. Quando as raízes estiverem a ocupar toda a área do vaso, é importante que o bonsai seja transplantado para um vaso maior, de forma a garantir o seu desenvolvimento saudável. 
  8. Não tratar pragas. Tal com as demais plantas, também os bonsais estão sujeitos a algumas pragas que podem revelar-se prejudiciais. É importante que, periodicamente, trate o bonsai com um produto específico contra pragas, de forma a garantir a saúde plena da planta.
  9. Nunca podar as raízes. É importante que o crescimento do bonsai seja estimulado e a maioria das pessoas descura a poda das raízes mais grossas do bonsai, de forma a promover o crescimento das raízes mais pequenas. Faça-o uma a duas vezes por ano.
  10. Poda de manutenção. Podar o bonsai não é apenas uma questão de estética, de forma a criar uma planta bonita. É importante que a poda seja feita em locais estratégicos de forma a que os ramos escondidos tenham acesso à luz para crescerem. Antes de podar a planta, observe-a bem para encontrar ramos escondidos que necessitam de luminosidade. Para assegurar o desenvolvimento saudável do bonsai, a poda de manutenção deve ser feita algumas vezes por ano, nomeadamente na mudança da estação.
A sua votação: 
Average: 4.4 (88 votos)