Quando deve renovar o envasamento do seu bonsai

Um bonsai é uma planta dependente e, como tal, necessita de cuidados permanentes para se apresentar sempre nas melhores condições e o mais bela possível. Para que isso nunca deixe de acontecer, saiba quando deve renovar o envasamento do seu bonsai e dê uma nova vida à sua planta.

A renovação do envasamento de um bonsai é uma atividade obrigatória, uma vez que permite a substituição dos nutrientes mais importantes do solo. Por outro lado, possibilita o crescimento de novas raízes, o que é vital para a saúde e florescimento de um bonsai.

Por norma, a renovação do envasamento ocorre no final do outono ou no início da primavera, que é quando as plantas estão dormentes e é uma altura em que as temperaturas são amenas.

Independentemente do tipo de bonsai, o processo de renovar o seu envasamento deve ser feito de dois em dois anos, para dar às raízes um novo solo e mais espaço ao bonsai para crescer. Porém, este tempo varia com a idade da planta e com o facto de o bonsai estar no interior ou no exterior.

Fatores que lhe indicam que deve renovar o envasamento do bonsai

O cuidador deve manter o seu bonsai sempre sob a máxima vigilância e acompanhar e suportar o seu crescimento. Ao longo do tempo, o próprio bonsai apresenta determinados sinais que indicam que a sua terra precisa de ser renovada e o cuidador precisa de saber interpretá-los. São eles:

A absorção da água: Quando está a regar o seu bonsai e verifica que a água demora muito tempo a escoar e a ser absorvida pelo solo, isso poderá significar que o vaso onde o bonsai está colocado tem pouca terra e, consequentemente, tem poucos nutrientes, o que conduz à má alimentação de um bonsai.

O aglomerar das raízes: Quando as raízes se acumulam no fundo ou nas laterais do bonsai, isso pode significar que estão demasiado grandes e podem estar a ocupar o espaço dos nutrientes que, consequentemente, alimentam o bonsai.

As raízes mortas: Quando um bonsai apresenta algumas raízes mortas, deve retirá-las imediatamente e ter a máxima atenção porque, à conta disso, as restantes raízes poderão estar contaminadas, o que pode colocar a vida do próprio bonsai em risco.

O aspeto das folhas: As folhas de um bonsai indicam se o mesmo se está a desenvolver corretamente e se está a ser bem nutrido. Se as folhas apresentarem as pontas amarelas e estiverem meladas, isso é sinal de que o bonsai pode estar com alguma carência e o cuidador deve renovar a terra onde ele está inserido.

O fraco desenvolvimento do bonsai: Quando um bonsai apresenta um desenvolvimento nulo, isso pode significar que ele não se está a desenvolver corretamente e isso poderá estar relacionado com a inexistência de nutrientes na terra. Para fortalecer o seu bonsai, deve-o adubar e colocar alguns fertilizantes na terra nova ou colocar musgo húmido sobre a mesma.

Todo o cuidador deve ter em atenção estas condicionantes, pois a sobrevivência de um bonsai pode estar comprometida caso a renovação do envasamento não seja efetuada na altura correta. A renovação do envasamento é, sem dúvida, uma técnica muito importante para o desenvolvimento saudável de qualquer planta e os bonsai são disso um dos melhores exemplos.

 

A sua votação: 
Average: 4.8 (19 votos)